Clara Carvalho garante título inédito do Brasileiro de Triathlon, no Rio de Janeiro

CICLISMO FEMININO

Pódio do Brasileiro de Triathlon na elite feminina (Divulgação)
Pódio do Brasileiro de Triathlon na elite feminina (Divulgação)

Mais jovem entre as triatletas do Shimano Sports Team, Clara Carvalho (Sense Factory Racing) escreveu neste domingo (18) o seu nome na história do triathlon nacional. Mineira de Divinópolis, mas radicada em Belo Horizonte, Clara conquistou aos 21 anos o Campeonato Brasileiro de Triathlon Standard, no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. Ao lado dela no pódio estiveram as atletas Luiza Cravo, vice-campeã, Vittoria Lopes, completando o top 3, e Djennifer Arnold e Luma Guillen, em quarto e quinto lugares, respectivamente.

A competição realizada na capital fluminense tinha programada, inicialmente, as distâncias do triathlon olímpico, com 1,5 km de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida. No entanto, pelo fato de o mar não estar em boas condições, a organização optou por cancelar a natação, por motivos de segurança. Assim, a prova teve o formato do duathlon, com 5km de corrida, 40km de ciclismo e 10km de corrida.

“Com a decisão de cancelar a natação uma vez que o mar estava muito agitado e a visibilidade era baixa por conta da neblina, tivemos poucos minutos para definir uma nova estratégia de prova a partir do momento que não precisaríamos nadar. Larguei e optei por estar sempre acompanhando o pelotão da frente. O ritmo foi forte e assumi a liderança na primeira volta da corrida. Saí para pedalar com uma adversária pelos 40 km e terminamos juntas essa fase. Na transição, fui mais rápida e ainda consegui abrir cerca de dois minutos na liderança”, contou Clara Carvalho. “Fiquei muito feliz com o resultado. Um detalhe interessante é que fui a atleta mais nova do pódio”, concluiu.

Copa Brasil BMX Internacional – A sorocabana Priscilla Stevaux (Shimano / Dougtraining / Chase Bicycles) esteve em ação neste fim de semana de feriado prolongado e disputou duas competições. Na quinta-feira (15), representou a cidade de Indaiatuba nos Jogos Abertos do Interior, em São Carlos, sagrando-se campeã no BMX Racing. Nos dois dias seguintes, competiu em Indaiatuba na Copa Brasil BMX Internacional, disputa que ofertou em cada dia 60 pontos para os campeões das elites nos rankings olímpico e mundial.

Priscilla Stevaux (Ladeirahill / Divulgação)
Priscilla Stevaux (Ladeirahill / Divulgação)

Enquanto na sexta-feira (16) Stevaux foi a vice-campeã na abertura da Copa Brasil, no sábado (17) ela garantiu outro pódio, concluindo em terceiro lugar. O primeiro dia foi vencido pela equatoriana Domenica Gonzalez. Já o segundo teve vitória de Paola Reis. “Fiquei muito feliz em competir um torneio internacional em casa, na cidade que eu represento, com o apoio da minha família e da torcida brasileira. Sigo cada vez mais motivada em buscar pontos para a classificação olímpica”, destacou Priscilla, atleta que tem em sua bike o grupo DXR da Shimano, específico para a prática do BMX.

Pódio do round 1 da Copa Brasil (Ladeirahill / Divulgação)
Pódio do round 1 da Copa Brasil (Ladeirahill / Divulgação)

Espaço das mulheres – A Shimano dá destaque especial a suas atletas, com releases, postagens em mídias sociais, eventos, entre outras ações de comunicação específica para o público feminino. O objetivo é difundir ainda mais o ciclismo feminino e dar atenção às ciclistas que crescem em quantidade e nível de profissionalismo a cada temporada.

Pódio do round 2 da Copa Brasil (Gabriel Querichelli / Brasil BMX)
Pódio do round 2 da Copa Brasil (Gabriel Querichelli / Brasil BMX)

Novidades Shimano – Em 2018, a Shimano fez o lançamento do tradicional grupo de ciclismo de estrada 105 R7000, totalmente remodelado: são novas tecnologias herdadas do Dura-Ace, alavancas de STI adequadas para mãos menores (de mulheres por exemplo) e freio a disco hidráulico – finalmente regulamentado pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). Vale destacar que o ciclismo de estrada é uma modalidade bastante praticada por atletas de MTB, como complemento aos treinos.

Também neste ano, a marca lançou o XTR M9100 e atendeu ao pedido dos fãs com a configuração de 12 velocidades, trazendo muitas outras inovações. O grupo apresenta um cassete totalmente inovador com pinhões de amplo alcance de 10-45D ou 10-51D, freios com 2 ou 4 pistões, e um novo cubo com a nova tecnologia Shimano Micro Spline. Um novo projeto de configuração de freios e alavancas, que permite ao ciclista posicionar seus comandos, incluindo a alavanca de canote retrátil de selim “dropper post” XTR, em uma situação otimizada para máximo conforto e acionamento rápido.

FONTE – SHIMANO
Sobre Equipe blogbikebazar 172 Artigos
Somos um grupo de amigos da cidade de São Paulo, apaixonados por bikes, ciclismo e triathlon. Pedalamos há mais de 16 anos e queremos compartilhar com vocês, ciclistas iniciantes e profissionais, nossas experiências adquiridas!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*