Qual o perfil dos ciclistas no Brasil?

perfil dos ciclistas no Brasil

Cada um tem seus motivos e objetivos ao comprar uma bike. Seja lazer ou transporte, cada um possui motivações e objetivos específicos, sem falar das características individuais. Mas existem interesses em comum? Existem perfis  diferente para os ciclistas no Brasil?

Neste texto, vamos falar de uma pesquisa feita pela organização Transporte Ativo, com patrocínio do Itaú, em que foi definido o perfil dos ciclistas urbanos no Brasil.

Vale destacar que essa pesquisa foi focada no perfil dos ciclistas urbanos, ou seja, aqueles que andam pela cidade. Sendo assim, não foram abordados ciclistas que pedalam nas estradas nem praticantes de Mountain Bike.

Se você não sabe a diferença, acesse nosso post sobre as diferentes modalidades do ciclismo clicando aqui!.

A pesquisa sobre o perfil dos ciclistas

Essa foi a primeira (e até o momento, a única) pesquisa sobre o perfil dos ciclistas urbanos com abrangência nacional. Esperava-se que outra fosse lançada em 2018, com dados referentes a 2017, mas isso ainda não ocorreu.

Nesta pesquisa, foram entrevistados 5.012 ciclistas no total, divididos em dez cidades nas 5 regiões do país, conforme abaixo:

  • Norte: Manaus;
  • Nordeste: Aracaju, Recife e Salvador;
  • Sul: Porto Alegre
  • Sudeste: Niterói, Rio de Janeiro e São Paulo;
  • Centro-oeste: Belo Horizonte e Brasília.

Qual a importância do estudo?

Esse estudo é de grande importância para o entendimento do problema que temos nas mãos, a fim de criarmos novas políticas públicas que, de fato, ajudem a melhorar as condições para a expansão da bicicleta como meio de transporte.

Além disso, o estudo serve de base importante para a análise do meio acadêmico e, também, para as empresas do setor que querem desenvolver soluções inovadores para a mobilidade urbana na cidade. Saber o público com que está lidando é de grande valia para esses dois grupos.

Resultados

A pesquisa definiu o perfil dos ciclistas urbanos de todo Brasil e o perfil de cada cidade pesquisada. Nesta matéria, iremos abordar os resultados a nível nacional.

Se você quiser conferir o resultado de cada Estado, pode acessar o documento completo clicando aqui!

Uso da bicicleta

Perfil dos Ciclistas - Bicicleta

Segundo a pesquisa, 73% dos entrevistados utiliza a bicicleta mais de 5 vezes por semana. Sendo que desses, 31,4% dos entrevistados utilizam exatamente 5 vezes por semana. Isso mostra a quantidade de pessoas que já absorveram a bike como parte do dia a dia.

Falando sobre o tempo que utiliza a bicicleta como transporte, o perfil construído é de um ciclista mais experiente, apesar de quase ter ocorrido empate. Do total de entrevistados, 53% utiliza a bicicleta como transporte há mais de 2 anos.

Perfil dos Ciclistas - Ciclista

Usuários

Quem utiliza mais a bicicleta como meio de transporte são, sem dúvida, os adultos. 71% dos entrevistados têm idade entre 25 e 54 anos, enquanto que 21% tem menos de 24 anos e 8% mais de 54 anos.

Apesar da alta idade, 72% do público pesquisado possui escolaridade até o ensino médio. Como uma provável consequência da baixa escolaridade, 50% dos entrevistados ganham até 2 salários mínimos (na época do estudo, equivalia a R$ 1.576,00) por mês.

Deslocamento

Perfil dos Ciclistas - Deslocamento

Quando falamos em deslocamento, 88% utilizam a bicicleta para ir trabalhar e 76% usam para lazer ou encontros socias. Esses dois principais resultados podem ter sido potencializados pela predominância de adultos utilizando esse transporte. Vale destacar que, neste item, era possível responder mais de uma forma de utilização. Ou seja, há uma sobreposição dasqueles que pedalam como meio de transporte e como opção de lazer.

Outro dado interessante é que 72% dos entrevistados utilizam apenas a bicicleta como meio de transporte, sem combinar com outros meios de transporte. Um dos motivos para isso pode ser a distância de deslocamento, já que 70% dos entrevistamos demora até 30 minutos para chegar ao seu destino.

MotivaçõesPerfil dos Ciclistas - Motivação

Quando olhamos para as motivações que impulsionaram as pessoas a usar a bicicleta como meio de transporte, foram a rapidez e a praticidade como primeiro fator de motivação, com 43% de aprovação, seguindo pela questão de melhoria na saúde (24%), depois pela diminuição de despesas (20%), outros motivos (10%) e, por último, a preocupação ambiental (3%).

Pensando nos motivos que incentivam os ciclistas a continuar usando a bicicleta como meio de transporte, temos o mesmo panorama, apenas com uma pequena variação nas porcentagens.

Desafios

Perfil dos Ciclistas - Obstáculos

Já quanto aos problemas enfrentados pelos ciclistas, houve mais equilibro entre diferentes questões. 35% alega que a falta de respeito dos condutores de veículos motorizados é o pior cenário, seguido pela falta de infraestrutura (27%), depois pela falta de segurança no trânsito (23%), falta de segurança pública (7%), outros motivos (5%) e falta de sinalização (3%).

Quando falamos de motivos para pedalar mais (mais tempo e mais longe), não existiu dúvida. 50% dos entrevistados colocou a necessidade de estrutura cicloviária como item a ser aprimorado. Outros itens como segurança no trânsito, segurança contra assaltos e estacionamentos para bicicleta também apareceram, mas com menos relevância.

Um dos motivos que podem ter influenciado para o item “segurança no trânsito” não ser um dos itens de destaque, é que 79% dos entrevistados nunca sofreu um acidente de trânsito enquanto pedalava.

Para encerrar…

Com essa pesquisa, conseguimos traçar, de fato, um perfil dos ciclistas urbanos no Brasil. Mas precisamos olhar alguns dados com mais cuidado e refletir um pouco.

Um bom exemplo, seria o número de acidentes. Claro que, à primeira vista, esse é um resultado relativamente bom. Mas devemos pensar mais a fundo… será que a maioria dos ciclistas volta a pedalar depois de sofrer algum acidente? E os ciclistas que, infelizmente, não sobrevivem depois do acidente… esses não estão contemplados na estatística.

Diante disso, vale uma análise detalhada de cada dado antes de utilizá-lo. Para isso, não deixe de acessar o estudo completo, ou até o mesmo o estudo resumido e mais visual.

Apesar disso, podemos dizer, de forma geral, que o perfil dos ciclistas urbanos no Brasil seria:

  • Um adulto entre 24 e 55 anos, que ganha até 2 salários mínimos, utiliza a bicicleta para ir trabalhar e para lazer mais de 5 vezes na semana, mas não utiliza outros meios de transporte. Ele pedala há mais de 2 anos e nunca sofreu acidente. Sua maior motivação é a rapidez e praticidade oferecida pela bike, e o melhor incentivo para ele pedalar mais é investimento em infraestrutura cicloviária.

Compartilhe esse texto com seus amigos e assine nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades e informações do mundo do ciclismo.

Até a próxima,

Equipe blogbikebazar

Fontes:
Sobre Equipe blogbikebazar 130 Artigos
Somos um grupo de amigos da cidade de São Paulo, apaixonados por bikes, ciclismo e triathlon. Pedalamos há mais de 16 anos e queremos compartilhar com vocês, ciclistas iniciantes e profissionais, nossas experiências adquiridas!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*