Treinamento de força para o ciclismo. Importante?

Treinamento de força para o ciclismo
Foto: pixabay

Olá, amigos da bikebazar! Bom falar com vocês novamente!

A dica de hoje é sobre o treinamento de força para o ciclismo. Há muitas pessoas que me perguntam se o treino de força é primordial para a evolução do atleta. Sim! Além disso, atende outro importante aspecto: a prevenção de lesões.

Mas muita calma nesta hora! Não basta entrar numa sala de musculação, escolher meia dúzia de exercícios e aparelhos que seu amigo utiliza e repeti-los.

O que é mais importante numa série de exercícios contra-resistidos, é entender que a periodização de FORÇA (pesos) deve andar junto com a periodização ESPECÍFICA (pedal).

Por exemplo, se você está em uma etapa de treinos longos e baixa intensidade nos treinos de bike, torna-se no mínimo antagônico executar treinos de Força Pura ou Potência na sala de musculação.

A distribuição da carga de treino na musculação deve respeitar o VOLUME, INTENSIDADE, DENSIDADE e o PERÍODO DE RECUPERAÇÃO executados nos treinos de pedal. A partir daí, cabe ao professor escolher os exercícios, ordem dos exercícios, quantidade de séries, repetições e carga adequados à sua individualidade e, especialmente, respeitando a etapa da periodização que você se encontra (BASE, ESPECÍFICO, COMPATITIVO ou TRANSITÓRIO).

Outro detalhe importante e negligenciado por muita gente, principalmente atletas amadores e recreacionais, é que tão importante, ou mais, que os treinos de musculação, são os treinos de força específicos e realizados em cima da bike.

Como por exemplo, os famosos treinos de big gear (treinos com pouca cadência e muita força executados em subidas), porém, lembramos que assim como a musculação, este treino deve estar disposto de maneira adequada em sua planilha de treinos, pois qualquer erro nessa distribuição de cargas, o feitiço pode virar contra o feiticeiro e, ao invés de melhorar a performance e prevenir lesão, você pode até ter uma queda no rendimento ou ativar algum gatilho para uma nova ou recidiva lesão.

A melhor maneira de ter os melhores resultados com essa valiosa vertente à qualquer modalidade esportiva (o treino de força), é consultar alguém que estudou para isso.

Espero tê-los ajudado e ótimos treinos!

Grande abraço,

Dr. Sandro Rodrigues dos Santos
Doutor pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista dos demais colunistas do blogbikebazar.
Sobre Dr. Sandro Rodrigues 3 Artigos
Formado em Educação Física e Fisioterapia, Pós-graduado em Treinamento Desportivo, Fisioterapia Musculoesquelética e Gestão de Academias, Master Training pela Vo2Pro - a maior certificação em corrida de rua do Brasil. Na área acadêmica, fez Mestrado e Doutorado pela faculdade de Medicina da UNICAMP, além de atuar como preparador físico de equipes profissionais de futsal conquistando junto à SELEÇÃO BRASILEIRA de futebol a MEDALHA DE OURO nas paraolimpíadas em LONDRES 2012. Já atuou como professor em cursos de Graduação em Educação Física e atualmente leciona em Cursos de Pós Graduação. É supervisor técnico da academia Move.Fit, Sócio-Proprietário da Academia IRON COMPANY Saúde e Fitness LTDA, além de diretor técnico da StartMove Assessoria Esportiva. Amante do esporte, é atleta, ciclista e triatleta.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*