Velódromo olímpico fechado gastará cerca de R$ 3,5 milhões com energia elétrica em 2017

Como a pista do Velódromo é feita de madeira, pinus siberiano importados da Alemanha, o local precisa estar refrigerado para que não estrague. Dessa forma, o ar-condicionado tem de ficar ligado o tempo todo, mesmo sem uso, consumindo energia. Tudo bem se nossos ciclistas pudessem treinar lá, porém não é a realidade. Está fechado.

Velódromo.jpeg
Foto: Divulgação

De acordo com o Portal G1, o velódromo será utilizado somente em maio/2017 para sediar a Rio bike weekend (Não encontramos nada sobre esse evento, quem encontrar, nos encaminhe, por favor).

O diretor da Federação de Ciclismo, Rodrigo Babo, disse que “todos os nossos atletas são obrigados a treinar em velódromo de concreto, abertos, que não possibilitam treinos em dias de chuva e têm um desempenho muito menor do que o que temos aqui no velódromo. Atletas de alto rendimento vão treinar em outras cidades e até em outros países, quando conseguem patrocínio”.

Uma pena, pois temos bons ciclistas que precisam de todo tido de apoio, e uma pista dessa seria excelente!

Em 05/02/2017, o Ministério do Esporte informou que assinou contratos para estudar formas de utilizar melhor o Parque Olímpico, incluindo o Velódromo.

Confira matéria completa no G1

Que achou?! Deixe sua opinião abaixo.

Obrigado e até a próxima!

 

Sobre Equipe blogbikebazar 148 Artigos
Somos um grupo de amigos da cidade de São Paulo, apaixonados por bikes, ciclismo e triathlon. Pedalamos há mais de 16 anos e queremos compartilhar com vocês, ciclistas iniciantes e profissionais, nossas experiências adquiridas!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*