Fuja do trânsito pedalando e sem suar. Com a Bikxi, é possível!

Sistema de transporte Bikxi. Foto: Carlos Alkmin/Bikxi
Sistema de transporte Bikxi. Foto: Carlos Alkmin/Bikxi

Na maioria das vezes que pensamos em São Paulo, automaticamente já lembramos do trânsito… estamos errado?! Quem nunca ficou horas parado no trânsito em grandes avenidas, vendo a hora passar, faltando apenas pouquíssimos metros para chegar?!

Essas pessoas sabem o quanto é desesperador ter um compromisso marcado e ter a certeza de que chegará atrasado.

E é nesse momento que olhamos para o lado, e vemos uma bela ciclofaixa! Com ciclistas passando tranquilamente pelo trânsito, dependendo apenas de suas pernas para chegar ao trabalho no tempo.  Neste momento, surgem 2 pensamentos:

  1. “Vou comprar uma bicicleta e vou começar a usa-la como meio de transporte! ”
  2. “Até poderia ir de bike, mas é perigoso, chegaria suado… não vale a pena! ”

Bom, se alguma dessas ideias já passaram pela sua cabeça, você precisa conhecer a Bikxi:

O primeiro transporte compartilhado que utiliza bicicletas duplas e elétricas. Elas são guiadas por profissionais e tiram você do trânsito. Assim você sempre chega na hora planejada!

Quem criou?

O criador da Bikxi foi Danilo Lamy (30 anos), um economista que trabalhou por três anos em Nova York, e ao retornar para o Brasil (São Paulo), já cansado de tanto congestionamento, teve essa ideia brilhante ao trocar o carro pela bicicleta para se locomover até o trabalho. Após um tempo de estudo, a Bikxi surgiu no segundo semestre de 2017.

Como surgiu a ideia?

Ao ir trabalhar de bicicleta, Danilo percebeu que chegava mais disposto e feliz no trabalho, além de levar menos da metade do tempo do que de carro.

Decidido a levar esses benefícios para outras pessoas, começou a estudar alternativas para os maiores problemas enfrentados na cidade: a segurança e o receio de não ter onde trocar de roupa (caso suasse).

Mas o que é a Bikxi?

De uma forma bem simples, a Bikxi oferece caronas em bicicletas duplas elétricas, que são guiadas por profissionais treinados pelas ciclovias e ciclofaixas da cidade de São Paulo.

O mais legal é que a pessoa pode escolher se quer pedalar ou não! As viagens podem ser solicitadas tanto pelo aplicativo, disponível para Android e Iphone, quanto diretamente com um “Bikxer” na ciclovia.

O valor cobrado pelo serviço é feito somente pela distância percorrida. Visando aumentar a segurança dos motoristas, a Bikxi não aceita dinheiro. A cobrança da viagem é feita apenas pelo cartão, por meio de aplicativo (apenas crédito) ou pela maquina de cartão ao final da corrida (crédito ou débito).

Sistema de transporte Bikxi. Foto: Carlos Alkmin/Bikxi
Sistema de transporte Bikxi. Foto: Carlos Alkmin/Bikxi

Então não são bicicletas convencionais?

Não. Elas foram desenvolvidas exclusivamente para este serviço. Possuem dois bancos de couro, sistema elétrico de pedal assistido, bagageiro, porta-luvas e pedais independentes, permitindo que o passageiro escolha se quer (ou não), pedalar. Além disso, a empresa oferece ao passageiro: um capacete, touca higiênica para a cabeça e capa de chuva para os dias de “garoa paulistana”.

E podemos mesmo confiar neste motorista?

Claro que pode! Todos os ciclistas da Bikxi foram capacitados a operar as bicicletas, recebendo aulas de legislação do trânsito e orientação voltada a pedalar com respeito e segurança nas ciclovias.

Sistema de transporte Bikxi. Foto: Carlos Alkmin/Bikxi
Sistema de transporte Bikxi. Foto: Carlos Alkmin/Bikxi

Essa ideia foi baseada em alguma iniciativa de outro país?

Não. Trata-se de um serviço inédito no mundo! A ideia do Danilo é algo original, inspirada em um problema vivenciado por ele e por vários outros moradores de São Paulo.

E como funciona? Onde posso usar a Bikxi?

Atualmente, a empresa conta com uma frota de 10 bicicletas que atuam de segunda à sexta-feira das 07h00 às 20h30.

Por enquanto, existe apenas uma rota disponível, a Faria Lima – Berrini, que possui um trecho de mais de 20km de extensão, passando pelo CEAGESP, Avenida Faria Lima, Parque do Ibirapuera, Avenida Berrini até a Ponte do Morumbi.

Veja na imagem abaixo a rota percorrida e os principais pontos de parada:

Rota Faria Lima - Berrini Simulação Google Maps
Rota Faria Lima – Berrini. Mais de 20 km de extensão. Simulação Google Maps

Além desta rota, em breve será lançada a rota Paulista – Vila Mariana.

Veja o vídeo da Bikxi

Onde encontrar as unidades e obter mais informações?

No próprio site da Bikxi. Entre em contato com eles!

E aí, gostou desse novo seviço? Compartilhe com a galera do pedal!

Até a próxima!

Equipe blogbikebazar

 

Possui um produto ou serviço inovador para ciclistas ou bike shops? Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui. Fale conosco: contato@blogbikebazar.com.br
Sobre Equipe blogbikebazar 119 Artigos
Somos um grupo de amigos da cidade de São Paulo, apaixonados por bikes, ciclismo e triathlon. Pedalamos há mais de 16 anos e queremos compartilhar com vocês, ciclistas iniciantes e profissionais, nossas experiências adquiridas!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*